sexta-feira, 16 de julho de 2010


Sussure em meu ouvido aquelas historias que vc sabe que me arrepiam,
que dao vontade de subir pelas paredes...
Prenda-me em seu colo,
pois ele foi feito num encaixe perfeito para o meu...
segure minhas maos bem forte enquanto desliza sua lingua em meu pescoço...
Sim, segure-me forte pela cintura tambem e arranhe minhas costas bem devagar
para que eu sinta o sangue escorrer docemente em suas unhas...
Puxe meus cabelos num ato de volupia e sentimento,
prove este mel da minha boca,
vorazmente ate o ultimo suspiro...
A parede pode estar gelada, mas ela esquenta com meu rosto colado a ela,
nao pare...eu posso implorar...me deseje assim mesmo...pois eu quero voce aqui...
Força e pressao em meu corpo,
eu sinto suas algemas me dominando como prisioneira desta vontade infinda de me entregar a vc...
Corpo e alma...
Cuidado com o que vc deseja,
pois nao posso negar nada a voce...
...Agora deixe-me mostrar a você onde pôr essa mão...

4 comentários:

Kamila disse...

...Agora deixe-me mostrar a você onde pôr essa mão...

ai ai ai

Miah ;*

silvioafonso disse...

.

Eu queria ser o amor entre vocês.
Queria arrepiar os seus pelos,
como na primeira vez. Queria sabê-
las na madrugada acordadas e nos
pensamentos de cada uma pendurada
como uma pintura num mosteiro.
Eu queria conservar o cheiro que
arrepia como o choque recolhe o
dedo no toque, no bote da
serpente e no enlaço dos seus
braços como a explosão de um grande
orgasmo num modesto quarto ao pé
da serra com ruídos de trovão.
Eu queria, sim, como eu queria ser
a brisa entre vocês. Estar entre
os cabelos, no ar, na face e na
lembrança de cada uma como
criança rodopiando em cirandinha
pra cair uma na outra e morrer
num beijo como morrem os poetas
criando versos e fazendo rimas.

silvioafonso.



.

vera disse...

uia...me fez viajar na imaginação...e láia....
vlgs...

Aline Almeida disse...
Este comentário foi removido pelo autor.